terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Carnaval: o folião brasileiro



 ENTRUDO:
Diz-se que é o avô do carnaval brasileiro. Brincadeira trazida pelos portugueses. O entrudo é uma brincadeira que consiste em jogar água, farinha, lama, tinta, limão de cheiro, etc. sobre as pessoas, nas ruas, nas casas. conta-se que Dom Pedro II era adepto da brincadeira e nunca deixava faltar na Quinta da Boa Vista. Em alguns lugares, com menos violência, mas ainda se brinca o entrudo.

RANCHOS: 
Nasceram na Bahia e foram levados para o carnaval carioca e outros carnavais. Antigamente os ranchos eram grupos de foliões que se faziam acompanhar por violões, cavaquinhos, flautas e clarinetes. Eles percorriam as ruas dançando e cantando em coro as músicas mais populares do carnaval ou as marchas compostas especialmente para o rancho. 

FREVO: È uma dança da multidão que ferve de alegria. Frevo vem de ferver, "frever", na corruptela. Os brincantes dançam ao ritmo acelerado do frevo e equilibram-se em sobrinhas coloridas, executando passos especiais como a tesoura, o parafuso, dobradiça, saca-rolha, ferrolho,  locomotiva, etc.
Para conhecer mais sobre o frevo acesse o site http://carnaval.olinda.pe.gov.br/

MARACATU:
São grupos que cantam e dançam acompanhados pelo ritmo dos chocalhos, tamborins e agogôs. abrem o desfile duas negras carregando as calungas (duas grandes bonecas de massa), seguidas do rei, da rainha, dos príncipes, damas, embaixadores, índios e baianas. os maracatus dançam no carnaval de Pernambuco, Ceará e outros estados nordestinos.
 

 AFOXÉ: 
São grupos carnavalescos do carnaval baiano formados exclusivamente por foliões negros que saem pelas ruas, fantasiados principalmente, cantando canções em nagô.

Pesquisar aqui

Frase do dia