sexta-feira, 28 de outubro de 2011

A violência na escola


A violência escolar tem sido e um tema em constante evidência na mídia nos últimos tempos. Porém vale ressaltar que ela está presente em todos os ambientes freqüentados pelas pessoas: escola, trabalho, rua, família... E a cada dia que passa ela aumenta o que é bastante preocupante, pois fica cada vez mais difícil controlar e principalmente, acabar com atitudes geradoras de agressões físicas e verbais.
Nas escolas a onda de violência vem aumentando assustadoramente o que, a meu ver, é conseqüência de abusos e maus tratos, sofridos pelos alunos tanto na sociedade quanto no seu próprio ambiente familiar, pois cada ação nossa é uma reação de tudo aquilo que recebemos ou sofremos. E o desafeto, a incompreensão, a desestruturação e a falta de limites é uma constante em nesta sociedade complexa.
Apesar disso, é preciso que os educadores ajam cautelosamente que não prejulguem nem adotem posturas extremas. E tampouco aceitem a violência entre alunos como algo normal, como uma fase passageira. E visto que a escola é um lugar de aprendizado e convívio social, é preciso avaliar-se cada caso individualmente, pois há ocasiões em que é necessário deixar os próprios alunos resolverem sozinhos os seus conflitos.
É necessário que todos estejam atentos para situações indicadoras de violência na escola como: alunos apelidando colegas; alunos com brincadeiras agressivas; alunos com dores de cabeça; alunos excluídos do seu grupo de colega; alunos que apelidam, agridem os colegas verbalmente ou fisicamente; alunos que choram sem motivo aparente; alunos que evitam ficar com colegas e preferem ficar na companhia de funcionários e professores; alunos que se retraem e se isolam e alunos que tentam chamar a atenção.
Uma maneira de a escola prevenir os maus tratos entre alunos é através de campanhas educativas e de esclarecimento sobre a ocorrência do bulliyng; promovendo atividades nas quais haja cooperação entre alunos; com palestras e conversas para esclarecer à comunidade escolar sobre os traumas e conseqüências que o bulliyng pode causar, exibindo filmes sobre o tema e tomando uma postura de vigilância constante sobre  comportamento e atitudes dos alunos.


Pesquisar aqui

Frase do dia