segunda-feira, 31 de outubro de 2011

HISTÓRIAS INFANTIS

A FLORESTA ADORMECIDA

DOM era um patinho de penugem macia. O lago estava numa Floresta Adormecida, onde tudo dormia tudo, menos a brisa, que levemente soprava: siiii... siiii... siiii... siiii...
As árvores fechavam seus olhos e até suas folhas dormiam, porque o som da brisa era tão manso e tão doce que elas ficavam tontas: siiii... siiii... siiii... siiii...
 
O patinho já estava também um pouco sonolento. E por isso, nadava devagarzinho no lago azul. E a brisa continuava: siiii... siiii... siiii... siiii...
O patinho nadou até chegar perto de uma grande tartaruga e disse:  _”Amiga , você quer brincar comigo “. Mas a tartaruga abiu os olhos e respondeu: _ “Deixe-me, eu quero é dormir...”. Depois, puxou a cabeça e as pernas para dentro da casca e caiu num sono pesado. O patinho piscou os olhinhos e continuou a nadar. Nadou muito até encontrar um hipopótamo, que estava deitado na grama, à beira do lago.
Dom falou numa voz doce: _ “Amigo você quer brincar comigo?” Mas o hipopótamo não podia responder por que estava num sono pesado, muito pesado mesmo. Dom piscou os olhinhos e nadou adiante. Nadou muito até encontrar uma girafa. 

Ele viu a cabeça da girafa encostada numa palmeira. E a girafa também dormia. Dom picou os olhinhos e nadou para diante. Nadou muiiiiiiiiito  até encontrar um elefante encostado numa árvore.
 
A árvore também parecia estar encostada no elefante. E os dois dormiam o sono solto. O patinho já ia dizer: _”Amigo...” Mas, também, sentiu sono. Tanto sono que nada mais podia dizer. Em vez de falar começou a bocejar... 
Então os olhos do patinho começaram a fechar-se. Ele sentia tanto sono, tanto sono que nem mais podia nadar. Então o patinho saiu da água e procurou um lugar para dormir.
 
Encontrou uma caminha de folhas e aí se aninhou ficando como uma bolinha de lã. E antes mesmo que vocês possam dizer “um, dois, três...” já o patinho dormia como as árvores, como a tartaruga, como o hipopótamo, como a girafa, como o elefante daquela floresta adormecida. Só a brisa não dormia e continuava a soprar: siiii... siiii... siiii... siiii...
 

Pesquisar aqui

Frase do dia