domingo, 20 de março de 2011

Projeto para a construção do Acervo Virtual - Semed


 Projeto apresentado em 2006 com o lançamento do site em 10/05/2007

APRESENTAÇÃO

 O projeto apresentado por mim foi elaborado com o objetivo organizar um arquivo com farto material de pesquisa e criar a biblioteca virtual da SEMED.
Para o desenvolvimento deste, foi elaborado um levantamento do acervo bibliográfico nas várias fontes de pesquisa existentes para criação de uma base de dados.
 A biblioteca virtual deverá ser utilizada como suporte para posteriores consultas dos alunos e professores do município, e também, das demais pessoas interessadas em dados oficiais históricos, culturais e da educação do município de Floriano.
O Banco de dados da SEMED pretende resgatar a história de Floriano, desde sua formação até os dias atuais. E neste sentido, deverá continuar ao longo do tempo, uma extensa pesquisa para que se possa reunir um vasto arquivo de documentos diversos.

 JUSTIFICATIVA

Foi por conhecer as dificuldades dos professores e alunos em obter informações sobre o município de Floriano, e da busca constante de professores, alunos e pessoas da comunidade por informações aqui neste órgão que se tomou a iniciativa de fazer uma pesquisa abrangente sobre o município e disponibilizar o material pesquisado num banco de dados SEMED, e também partilhar com as pessoas interessadas – internautas - o resultado dessa pesquisa através de um site oficial da SEMED.
O tema Floriano sempre despertou em mim grande interesse o que levou-me,  por iniciativa própria criar um site particular e o colocá-lo à disposição da comunidade.
O site Alma terna Flutuante - Almanaque Florianense - nasceu em abril de 2004 com o propósito de produzir, sem as pressões do fator tempo, um canal de pesquisas, serviços e entretenimento à altura das expectativas e necessidades de internautas estudiosos e curiosos sobre a história, cultura, artes e curiosidades de Floriano-PI. O mesmo poderá ser reelaborado e renovado continuamente a fim de atingir um nível mais satisfatório, seja na sua apresentação ou no seu conteúdo.
O portal abrange educação, cultura, folclore, religião, fotos, artistas da terra, personalidades, curiosidades, indicação de sites úteis e  assuntos gerais – uma despretensiosa fonte de pesquisa. Desde a sua publicação mantive o compromisso de renovação constante das matérias apresentando sempre alguma novidade e, para isso, deixei o espaço aberto às pessoas que queiram dar a sua contribuição.
O propósito da contínua re-elaboração é produzir um portal cujo ponto forte seja a utilidade, a oferta de serviços e a interatividade com a comunidade para que dessa forma vá ao encontro das rápidas transformações do mundo atual, mantendo, entretanto, o respeito aos usuários.
Com esse intuito o Alma terna Flutuante - Almanaque Florianense,  acessado através do endereço: http://geocities.yahoo.com.br/almaternaflutuante  colocar-se-á como um site prestador de serviços fazendo sempre o possível para permanecer merecedor de respeito.  
É inegável o sucesso obtido pelo site, haja vista o número de visitantes. Em apenas um ano de criação e sem utilizar de nenhum marketing o número de visitas ultrapassou as expectativas, porém não é mais possível continuar realimentando-o, pois, o mesmo é hospedado pelo GeoCities (http://br.geocities.yahoo.com) e já alcançou o limite disponível. Estou pondo este projeto à disposição da SEMED, com todo o conteúdo disponível nesse site e colocando-me à disposição da Secretaria para a manutenção do referido neste projeto.

4  OBJETIVOS
Geral
  • Construir um acervo bibliográfico sobre a História do Município de Floriano, bem como a educação de modo geral, e colocá-lo à disposição dos interessados através de banco de dados e biblioteca, em arquivo real e virtual.
Específicos
  • Pesquisar a história do Município de Floriano, através de documentos escritos e fotográficos, registrando-os, sobretudo, por meio eletrônico.  
  • Resgatar as histórias contadas pelos moradores do município.
  • Valorizar o patrimônio histórico-cultural do Município, explorando sua riqueza.
  • Organizar um banco de dados com matérias previamente selecionadas, a fim de ser utilizado como suporte de consultas.
  • Selecionar textos e experiências sobre a educação de modo geral, incluindo-os um acervo, para serem utilizados por pesquisadores, docentes e/ou discentes.
5  MENU
  • Pesquisas: o site busca aprimorar seu trabalho pensando apenas em servir ao internauta interessado sobre assuntos do município.
  • Projetos trabalhados no município: disponibilizados aos cidadãos interessados em conhecer o trabalho realizado pela SEMED.
  • Secretarias e órgãos: informações sobre as secretarias e órgãos municipais bem como seus gestores.
  • Utilidades: informações gerais sobre o município: cultura, arte, festividades, atividades da SEMED.
  • Dicas sobre a educação: conteúdo variado à disposição do professor.
  • Dicas de sites úteis: uma seleção de sites indicados a alunos e professores.
  • Calendário de atividades da SEMED: colocado à disposição de alunos, professores e servidores do município.
  • Livro de visitas: a equipe de produção e criação sempre preparada e constantemente buscando mecanismos para aproximar o portal de todos os que o visitarem, acha necessário dar ao internauta a possibilidade de expressar seu comentário e oferecer sugestões.

6  ESTRATÉGIA PARA A CRIAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO ACERVO DE DADOS DE FLORIANO
Requisitos básicos
  • Que exista uma necessidade: a existência de necessidades reais e concretas é o ponto de partida para despertar o interesse da criação do Banco de Dados e site da SEMED.
  • Período de sensibilização: após a apresentação do projeto, propõe-se  o aval do Secretário Municipal de Educação e obtenção do seu  aval e apoio junto aos órgãos competentes.
  • Formação de parcerias com diversos órgãos competentes do município: é quase impossível que um indivíduo isoladamente, tenha condição de obter dados suficientes para a organização de um arquivo de dados históricos municipais, para o qual é imprescindível a união de todos os órgãos competentes para enfrentar-se as dificuldades existentes na reconstrução dos fatos e informações.
  • Seleção dos colaboradores: sabendo-se que o sucesso ou insucesso deste projeto depende muito do grupo de colaboradores que deverá coletar, organizar, arquivar e colocá-lo à disposição dos membros da comunidade obtendo informações gerais sobre a educação, cultura e história do município, pede-se que a seleção de colaboradores seja criteriosa e envolva pessoas que realmente queiram comprometer-se com o projeto.
  • Aprovação: é importante e urgente a aprovação deste projeto para que seja iniciado o processo de pesquisa, imediatamente, após o aval do Secretário de Educação.
7   ESTRATÉGIA PARA A OBTENÇÃO DE DADOS
  • Sensibilização ao tema e apresentação geral do projeto ao Secretário de Educação.
  • Mobilização do grupo de colaboradores, anteriormente à organização formal; neste caso, o trabalho de conscientização e mobilização dos colaboradores será desenvolvido, previamente, de várias maneiras, tais como:
  • Reunião com as pessoas, previamente selecionadas, convidadas como colaboradores (informantes e pesquisadores), quando será feita uma palestra sobre o tema do projeto e suas finalidades.
  • Dentre os interessados, formar-se-á um grupo de pessoas comprometidas em colaborar com o projeto, sob a orientação do coordenador.
  • Cada colaborador deve passar para o coordenador do projeto os dados de fontes confiáveis e seguras.
  • O coordenador organizará os dados obtidos no arquivo e disponibilizará o material coletado através da Internet e de registros escritos, devidamente arquivados.
  • Mobilização posterior à organização do grupo de trabalho.
Como não existem muitos colaboradores disponíveis, a organização do arquivo será feita lentamente, sem prazo determinado para a culminância do projeto, com a seguinte técnica: após uma reunião inicial com o Secretário de Educação e membros da Secretaria de Educação e Cultura, partir para a estruturação do arquivo e posterior construção do site. Nesse caso, o coordenador do projeto deverá ficar disponível em tempo integral para pesquisa, aquisição de documentos e recolhimento de materiais escritos, fotografados, filmados ou narrados, necessários à formação do arquivo.

8  METODOLOGIA 
  • Pesquisa na Prefeitura sobre o nome de cada comunidade que compõe o município;
  • Análise geográfica da cada comunidade, distância das comunidades que compõem o município e das famílias antigas, etc.;
  • Montagem do mapa do Município;
  • Distribuição e escolha das comunidades entre os alunos a partir da proximidade das residências ou pela maior facilidade de obtenção dos dados;
  • Agendamento do transporte escolar para as visitas às comunidades;
  • Pesquisa, registros e documentos antigos existentes sobre as comunidades nos cartórios, escolas, secretarias e igrejas;
  • Pesquisa na Internet, sobre a origem de algumas famílias que residem no Município;
  • Visita a algumas comunidades e famílias para ouvir os relatos e histórias, fotografar e conhecer objetos antigos utilizados no passado pelos antigos moradores, como pilão, rádios, máquinas de costura, etc., bem como conhecer a culinária e algumas receitas feitas pelos moradores;
  • Visita à Comunidade do Curtume para conhecer a história da fabricação do artesanato local; 
  •  Participação de festividades realizadas nas comunidades  para conhecer suas tradições;
  •  Entrevista com os primeiros moradores de cada comunidade ou familiares, juntando fotos antigas e novas para a montagem histórica de Floriano; 
  • Visita aos museus do Município;
  • Depoimentos de alguns moradores sobre suas lutas e dificuldades do passado quanto a: transporte, atendimento médico, alimentos, moradia, trabalho, etc.
  • Registro no caderno de todas as etapas das pesquisas com montagem de relatórios;
  • Visita ao Sebrae para tomar apontamentos sobre as diversas áreas trabalhadas pela instituição.
  • Montagem dos trabalhos escritos anexando as fotos e demais pesquisas.
  • Digitação das entrevistas, relatórios e demais atividades da pesquisa no Word;
  • Digitação dos resumos das pesquisas e digitalização das fatos para laboratório;apresentação dos trabalhos, em rede, para toda a comunidade.
9  ROTEIRO PARA A CONSTRUÇÃO E REGISTRO DE DADOS
  • Elaboração e discussão do projeto.
  • Apresentação do projeto.
  • Aprovação do projeto pelo secretário da SEMED.
  • Liberação de documentos, relatórios e dados da SEMED
  • Disponibilização de matérias para a organização do arquivo.
  • Disponibilidade do coordenador para trabalhar no projeto.
  • Construção e organização do banco de dados e do site da SEMED.

Discurso de posse - Leia no Acervo Umbelina

Pesquisar aqui

Frase do dia