sábado, 26 de fevereiro de 2011

Qual deverá ser o papel do professor de aceleração?


 Objetivos
  • Levantar a auto-estima do aluno
  • Valorizar os conhecimentos do aluno
  • Respeitar as diferenças culturais de ritmo de aprendizagem
 Desafio na sala de aula – tematização da prática

  • Leitura compartilhada
  • Dinâmica para divisão em grupo
  • Apresentação dos grupos
 Montagem de um painel: planejamento real e ideal
 Leitura e discussão do texto; ELABORAÇÃO DE PROJETOS
             Elaboração do projeto:: Supermercado
 Exibição do vídeo – Pedagogia de Projetos
 

1º momento – distribuição de pequenas velas de cores variadas para formar grupos, em seguida, a professora distribui uma pergunta para cada grupo.
 Gr. 1 – O que observamos em uma sala de aula de aceleração?
Gr. 2 – O que mudou na sala de aula após a 1ª etapa?
Gr. 3 – Quais atividades devem ser consideradas significantes?
Gr.4 – Qual o verdadeiro papel do professor da classe de aceleração?
Gr. 6 – Que tratamentos precisa ser dado aos conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais.

Todo problema tem solução

Planejamento
·         Ideal – considera o resultado das avaliações diagnósticas sobre a aprendizagem.
·         Reformulação  da prática pedagógica em função das necessidades identificadas.
·         Leva em consideração o tipo de aluno que a escola deve formar.
·         Deve considerar os “pontos de chegada” de cada área de conhecimento.

Todos os anos cópias do mesmo plano: ”Afinal para que mudar? Não estou ganhando para isso.”
·         Planejamento de conteúdos fragmentados
·         Planejamento resume-se na cópia de programações
·         Pequenas modificações nos planos anteriores, nem sempre muito significativas

Ideal:
·         Ação educativa voltada para a realização dos objetivos de ensino e dos objetivos do aluno
Real:
Livro didático transformado em plano de trabalho: É mais prático , não tenho tempo para ficar inventando novidades.

Aulas de improvisos: “Na hora resolvo o que vou trabalhar com os alunos”
  

 Pedagogia de projetos

Por que projetos agora? Por que se precisa desenvolver conceito, mas precisa-se o lado ético, estético, etc. (GLOBAL)

Conceito
Projeto é uma estratégia inovadora e articulada de se organizar o trabalho pedagógico, para a compreensão das estruturas internas de um conteúdo que intencionalmente se quer ensinar aos educandos a fim de lhes garantir uma aprendizagem significativa.

Objetivos
·         Colocar o aluno e professor no lugar de quem produz conhecimento.
·         Considerar as habilidades individuais de cada aprendente, etc.
·         Possibilitar a autonomia do aluno
·         Possibilitar a reflexão sistemática dos conteúdos
·         Proporcionar desenvolvimento crítico do aluno
·         Viabilizar a interdisciplinaridade
Características fundamentais
·         É uma atividade intencional
·         Trabalha a responsabilidade e autonomia dos alunos
·         Envolve complexidade e resolução de problemas
·         Tem um caráter fraseado – percorre várias frases e etapas
·         É globalizada
·         Tem sentido
·         Tem significado
·         Trabalha a organização
·         Provoca a participação
·         É flexível
·         Valoriza a compreensão

Etapas
·         Definição do tema
·         Necessidade
·         Objetivos
·         Abrangência
·         Cronograma
·         Metodologia
·         Recurso
·         Desenvolvimento
·         Avaliação
·         Auto-avaliação

Vantagens
·         A interdisciplinaridade
·         Professor x alunos lidam com o real
·         Integração escola x comunidade
·         Maior participação dos alunos
·         Desenvolvimento do senso crítico
·         Construção da cidadania
Desvantagens
·         Risco de não serem trabalhados conteúdos sistematizados

Metodologia
·         Aulas práticas
·         Aulas passeio
·         Aulas esportivas
·         Trabalhos em grupo
·         Trabalhos individuais
·         Dramatizações
·         Utilização de material concreto
·         Teatro de fantoche
·         Outros
Avaliação -  acontecerá durante o processo através de:
·         Fichas avaliativas
·         Registros diários
·         Observações
·         Rotinas


Relação entre aquarela e o caderno
Objetivo -
Avaliar a imaginação e o pensar que foi a avaliação na vida do professor

Avaliação
Concepção
Como? Por quê? O que levou o aluno a ter essa resposta inesperada?
Reflexão
Auto-avaliação
Informar o aluno sobre as suas melhoras, incentivar...
Avaliar não é um momento único, não é um dia D. Nós estamos fazendo avaliação a todo momento.

Registrar o que for significativo
Projetos- participação do aluno com inteligências múltiplas (Celso Antunes, Goliman)

O próprio aluno pode e deve se avaliar
Pode organizar um quadro de avaliação para o aluno listar o que aprendeu ou não. 
Serve como termômetro para o professor replanejar as suas atividades.
Colocar na prova as situações de aprendizagem vivenciadas nas salas de aula.
Professor é o escriba o autor é o aluno (pré-escola, alfabetização)
Mapear as atitudes, mas não exigir que todos tenham o mesmo comportamento. 
Mapear para ajudar o aluno a melhorar: perder a timidez... 
O objetivo é ajudar o aluno a melhorar, não se pode tirar ponto pela atitude.
Atitudes inovadoras na prática avaliativa
O erro é uma possibilidade de acerto. Uma tentativa do aluno acertar.
Descobrir a dificuldade do aluno e tentar ajudá-lo
Na aceleração, substituir a nota pelo registro descritivo do aluno.

Pesquisar aqui

Frase do dia