sábado, 11 de setembro de 2010

Seminário virtual

 Deixando aqui alguns trabalhos que desenvolvemos durante o curso de especialização . 
Este foi a síntese do seminário virtual. Foi uma experiencia muito gratificante, pois toda experiência deixa algum ensinamento e eu aprendi mais um com esta atividade.
 Documento Síntese

APRESENTAÇÃO
Baseados no pensamento de Morin e Delors sobre a Educação apresentamos este documento cuja finalidade é a apresentação de estratégias e políticas públicas que fortaleçam o papel do professor do século XXI, com os objetivos de: introduzir a Informática na Escola e Sociedade de maneira que as pessoas possam usá-la com aproveitamento e possam através das tecnologias ultrapassarem as barreiras, no meio escolar e social; Sugerir ações e estratégias que possam beneficiar as pessoas envolvidas no meio educacional proporcionando o desenvolvimento de atividades em que haja o uso as tecnologias para que o conhecimento tecnológico não seja apenas teórico.

INTRODUÇÃO
A utilização das tecnologias em sala de aula ainda é desproporcional, principalmente, principalmente considerando a disparidade entre as regiões brasileiras que apresentam realidades tão diversas. Por conseguinte ocorre os olhares diferentes em relação a aplicação desse instrumento em sala de aula justificado pelo desconhecimento de como se trabalhar com a tecnologia e dos benefícios que ela pode trazer.
Morin (2000) diz que a Educação deve favorecer a capacidade natural que a mente possui de formular e resolver questões essenciais e, por isso deve-se estimular o uso total da inteligência geral. Portanto, é papel da família e da escola incentivar e despertar a curiosidade da criança e do jovem para que se a inteligência se desenvolva com toda pontecialidade.
O ponto comum que se observa nas idéias de Delors (1999), Morin (2000) e demais educadores sobre a Educação no Século XXI é o abandono da educação tradicional e o convite a ação didática contextualizada.

A EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI
De acordo com Delors (1999), os quatro pilares de aprendizagens do conhecimento são:
·         Aprender a conhecer – consiste em interessar-se em aprender a apreender;
·         Aprender a fazer – implica em preparar-se para correr riscos, enfrentar novas situações de aprendizagem, de trabalho coletivo, a fim de desenvolver a cooperação e a troca de experiências e inserir-se no mercado do trabalho;
·         Aprender a conviverimplica na valorização do ser humano, na compreensão do outro, no respeito às diversas opiniões, na divisão de tarefas comuns, na amizade e no entendimento das relações pessoais;
·         Aprender a ser consiste em responsabilidade pessoal, senso crítico e iniciativa.

Morin (2000), diz que os Sete Saberes necessários à Educação do Século XXI não se concentram em nenhum dos níveis primário, secundário ou universitário, porém, abordam problemas específicos para cada um deles.  Tais saberes são ignorados, mas que deveríamos dar-lhes mais atenção e termos preocupação com cada um deles, pois são importantes na formação dos educandos. Vejamos o que diz cada um deles:
·         O Conhecimento: é o momento de descobrir possibilidades através do levantamento de hipóteses e possibilidades, a fim de atingir o Conhecimento verdadeiro;
·         O Conhecimento Pertinente: é o momento de conhecer fazendo a inter-relação entre as disciplinas, pois o importante é conhecer as partes para formar o todo. Trata-se de criar e ensinar métodos que façam a contextualização entre os fatos e as informações renovadas sobre eles;
·         A Identidade Humana: é necessário e fundamental que haja uma relação e integração entre as diversas ciências e a identidade humana;
·         A Compreensão Humana: implica em estudar a incompreensão, o seu surgimento e suas causas perante a sociedade, para se chegar ao princípio da compreensão entre os seres humanos, fator determinante para as relações futuras;
·         A Incerteza: consiste em preparar as mentes humanas para lidar com o inesperado.
·         A Condição Planetária: ver o homem como um ser a um só tempo plenamente biológico e plenamente cultural, pois a condição humana é o objeto essencial de todo o ensino.
·         A Antropo-Ética: tem um lado social que só tem sentido dentro de um espaço democrático, por isso consiste em formar indivíduos conscientes, éticos e solidários, democráticos e sociais que busquem uma autonomia individual e ao mesmo tempo uma colaboração comunitária.

Baseados nos 7 Saberes, de Morin e nos Pilares, de Delors, sugerimos  algumas ações estratégicas para se trabalhar em sala de aula:
·         Criar estratégias para incorporação de todos os cidadãos que queiram estudar nesse ambiente formador e educativo.
·         Desenvolver atividades contextualizadas à realidade do estudante.
·         Disponibilizar tempo para atualização profissional daqueles que tem interesse em ampliar e atualizar seus conhecimento.
·         Investir em capacitação e recursos tecnológicos direcionados aos professores que precisam reconstruir seus conhecimentos e refletir suas práticas pedagógicas.
·         Disponibilizar um Coordenador de Informática para a escola, para atuar como facilitador interagindo com a equipe de professores com o objetivo de desenvolver projetos integrando as tecnologias.
·         Envolver o estudante no processo pela busca de resultados e compromisso com a prática.
·         Modificar o Projeto Político Pedagógico objetivando mudança nos métodos tradicionais de transmissão dos conteúdos e inserindo as TICs direcionadas para   a realidade da comunidade escolar.
·         Proporcionar um processo de auto-aprendizagem e co-responsabilidade no processo de aprendizagem, oferecendo opções de escolha que atendam as necessidades individuais de todos: cursos, horários, local de estudo e modalidades diversificadas para que o indivíduo possa estudar e ter a sua formação acadêmica.
·         Trabalhar a família e a comunidade dentro da escola, realizando atividades de interação entre os pais, alunos, professores e comunidade e que enriqueçam o conhecimento e o convívio social.

CONSIDERAÇÕES FINAIS
Pensar em fazer educação tendo como prioridade Os Pilares, de Jacques Delors e Os Saberes, de Edgar Morin e outros, exige que se perceba e se aposte na transformação da educação. Portanto, fazer uma educação com foco nos novos paradigmas educacionais é um desafio para os educadores, para as instituições de ensino e para o Estado, pois tudo está associado e estabelece interação com a finalidade de uma formação holística do indivíduo. 
Delors (1999) aponta a necessidade de uma aprendizagem ao longo de toda vida, fundamentada nos pilares do conhecimento e da formação continuada. Deve-se, portanto ensinar o indivíduo a ser competente,  pensar, participar, comunicar-se, pesquisar, raciocinar, sintetizar, elaborar teorias e ser autônomo.
Sobre Os Sete Saberes dizem respeito aos sete buracos negros da educação: o conhecimento, o conhecimento pertinente, a identidade humana, a incerteza, a condição planetária e a antropo-ética que são completamente ignorados, subestimados ou fragmentados nos programas educativos. Por isso, esses programas deveriam ser o centro das preocupações sobre a formação dos jovens, pois  são o ponto de partida para se repensar a educação do século XXI. 
O momento atual exige ação por uma educação transformadora e estabelece que sociedade e instituições, mobilizem-se no atendimento a essa urgência nacional. É preciso pôr em prática todo conhecimento e projetos de modernização da educação para que se possa mudar a história. É necessário: se ultrapassar as barreiras que impedem o crescimento; entender o contexto em que se vive; ter visão crítica; lutar por uma sociedade justa e igualitária; cultivar a solidariedade; exercitar a cidadania plena e acreditar no poder transformador da educação.

REFERÊNCIAS

DELORS, Jacques. Educação: Um Tesouro a Descobrir (UNESCO, MEC, Cortez Editora, São Paulo, 1999. Disponível em:<http://www.serprofessoruniversitario.pro.br/ler.php?modulo=10&texto=539>
MORIN, Edgar – Os Sete Saberes Necessários à Educação do Futuro.  Boletim da SEMTEC – MEC. Boletim informativo Eletrônico da Secretaria de Educação Média e Tecnológica – Ano 1 – Ano 4 – junho/julho 2000. Disponível em: <http://www.centrorefeducacional.com.br/setesaberes.htm>

Disciplina: Identidade e Sociedade
Turma: PI 03 - IS
Mediadora: Andrea Duque
GRUPO: B
Auricelia Conceição da S. Sousa   
Fabia Cristina de S. Melo
Iraneldi Pereira da Silva
Isonete Campos Feitosa   
Joseleide Nogueira G. Soares
Lucigerdaine de Sousa Ribeiro   
Maria Celina e Silva   
Maria do Desterro Melo da R. N. Barros   
Maria Umbelina Marçal Gadelha   
Sebastião Assunção A. do Nascimento Filho

Pesquisar aqui

Frase do dia