sexta-feira, 20 de agosto de 2010

INTERNET É UM LUGAR DE AUTORIA OU PLÁGIO

PUC - Curso de Especialização:Tecnologias em Educação
Maria Umbelina Marçal Gadelha
Turma: PIO3AUT
Disciplina: Projeto Pedagógico Utilizando Ferramentas de Autoria
Mediadora: Andréa Duque

Ultimamente comenta-se muito a respeito do plágio como se ele fosse conseqüência das TICs, o que é uma inverdade, pois mesmo antes da popularização do computador e da internet as pessoas já costumavam copiar diretamente das enciclopédias, dos livros ou de trabalhos de outras pessoas, e essa prática era comum até mesmo nas universidades, portanto, uma prática velha, histórica.
Porém é inegável que após o advento do computador e da internet essa atividade tornou-se popular e grande quantidade de pessoas adotam o plágio configurado pelo CONTROL + C, CONTROL + V, pois tal método é mais prático, mais rápido e cômodo para aqueles que desrespeitam a ética, a moral e os direitos autorais. E embora seja incorreto, isso é comum em qualquer esfera de uso das mídias.
Algumas universidades punem os alunos flagrados com plágio, mas permitem que eles xerocopiem obras inteiras o que também é infração, um desrespeito aos direitos autorais. Alguns trabalhos de TCC (artigos, monografias, dissertações e teses) são produzidos por professores e oferecidos na Internet, outros TCC são cópias mal feitas, as chamadas “colchas de retalhos”, o que também caracterizam plágio, prática que apesar de censurada e de ilegal, repete-se desde tempos remotos e aumenta vertiginosamente com o advento das novas tecnologias.
O avanço das TICs, principalmente dos computadores e Internet facilitam o plágio, mas também ajudam a descobri-lo, porém, para inibi-lo necessita que se faça com os alunos, um trabalho educativo desde o ensino básico. É necessário que os professores orientem seus alunos a pesquisar e ensinem que copiar é diferente de criar, e que, além de ensinar a respeitar a lei dos direitos autorais, ensinem ética e moral.
Mas felizmente nem tudo é plágio na internet, esse ambiente gerador de tantas críticas é também determinante de ótimas criações. Demo (2008) diz que todo texto é ‘remix’ e que nós também “não temos idéias originais porque não somos propriamente originais e a não ser na subjetividade e individualidade”. Então por que não utilizar essa rica fonte de informação e conhecimento não como plágio, mas como ferramenta de produção de textos? A internet oportuniza criatividades ilimitadas e surpreendentes de autoria individual ou coletiva e oferece muitas vantagens aos autores como, por exemplo, a variedade de ferramentas, acessibilidade e, pois qualquer pessoa pode ter suas ideias divulgadas sem custos e escrever de forma solidária e coletiva como no caso da Wikipedia. Na web qualquer pessoa pode ser autor desde que seja preparada para utilizar as ferramentas de produção de texto e esse exercício de autoria seja promovido, estimulado pelos professores. Na wiki todos podem participar, espontaneamente, bastando apenas aceitar a regra da reciprocidade - o que cada um faz pode ser refeito pelo outro e vice-versa, originando um texto que pode ser patrimônio comum. Demo (2008) diz que “para educadores este tipo de ambiente merece toda atenção por seu valor pedagógico”.
Portanto, a internet não é apenas um lugar de plágio, mas um ponto de apoio as novas propostas educacionais como, por exemplo, a aprendizagem cooperativa, técnica na qual os atores se ajudam mutuamente com o objetivo de adquirir conhecimento sobre determinado objeto. Esse ambiente cooperativo a web favorece através das múltiplas ferramentas comunicacionais que disponibiliza aos usuários.

REFERÊNCIAS:
DEMO, PEDRO. Habilidades do Século XXI, Boletim Técnico do SENAC, Rio de Janeiro, v. 34, n. 2, maio/ago.2008. http://www.senac.br/BTS/342/artigo-1.pdf
_____________. Tics e Educação. (2008). Disponível em: http://pedrodemo.sites.uol.com.br/textos/tics.html acesso em: 05 de ago. 2010.

Pesquisar aqui

Frase do dia